[FP] SINNE CAMPBELL

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] SINNE CAMPBELL

Mensagem por Sinne Campbell em Qui Jul 19, 2012 5:48 pm

Nome antes de ir para a morada da noite: Mégara Samwise Hudson

Nome após chegar na morada da noite: Sinne Campbell

Quantos anos tem: 15.

Vampiro ou calouro: Calouro

A quantos anos foi marcado ( virou vampiro): Cerca de 6 meses.

A quanto tempo morreu: 1 mês.

Idade: 16

Habilidade: Controle sanguíneo – Ela é capaz controlar uma pequena quantidade do próprio sangue, o qual adquiri uma personalidade sólida, porém flexível -de forma que a ciência humana não consegue explicar- pode criar pequenas armas através de seu sangue como: dardos, facas, shurikens. O controle funciona apenas o seu sangue e para isso se faz necessário um corte em seu corpo para a extração.
Se utilizar esse poder demasiadamente ela ficará fraca por falta de células sanguíneas.

História antes de ser marcado:
A minha verdadeira vida começou quando eu fui marcada, antes disso aquilo não poderia ser considerado uma vida. Apenas uma existência.
Minha mãe havia morrido no parto, ou era aquilo que o meu pai dizia. Ele era um homem estranho, e muito agressivo, principalmente quando bebia. Muitas vezes após chegar bêbado em casa brigava comigo e com meu irmão, brigar era apenas um verbo que não expressa exatamente o que ele fazia.
Meu irmão era quem cuidava de mim, e infelizmente tenho a certeza de que ele não aproveitou a sua infância por minha causa, mas ele jamais admitiria isso.
Se a minha vida já era péssima depois que meu irmão foi marcado tornou-se insuportável. Eu estava sozinha em uma casa de estranhos, aquela não era a minha casa, aquele ser não era meu pai, ele era apenas um desconhecido, aquilo não era a minha vida.
Eu sabia de tudo isso, sabia o que podia fazer, mas novamente eu recuei e me calei. Sentia cada dia pesar em minhas costas, a cada surra o ódio ia crescendo, mas jamais era demonstrado, nada era demonstrado, tudo era escondido e guardado.
Quando a sétima mulher da semana apareceu em casa, para mim aquilo foi de mais, peguei uma mochila e joguei todas as minhas roupas- que não eram muitas- dentro da mesma e escapuli pela janela.
Do lado de fora da casa havia uma grande figura, um homem vestido todo de preto, por um momento eu pensei que era o meu pai, e que ele havia me pegado no ato da fuga, mas então a figura estendeu a mão e recitou o antigo feitiço.
Minha testa explodiu, minha cabeça latejava e meus olhos estavam desfocados, cai no chão e desmaiei.
Quando acordei me senti feliz, extremamente feliz, olhei para a Lua e sorri. Agora eu tinha um lugar para onde ir, teria um lar, teria amigos e uma família. Finalmente eu teria uma vida.



Como foi a sua morte:
Minha morte, como é estranho pensar que eu morri e ainda estou viva. Bem a minha morte não poderia ter acontecido em hora pior, uma triste inversão, pois afinal no dia em que fui marcada aquela foi a hora perfeita.
O relógio da cabeceira marcava 3:25 am, e eu estava sozinha no quarto a espera da Esmeralda, minha colega de quarto atrasada, tic-tac esse era o irritante barulho do relógio, meus pés acompanhavam a batida impacientemente. Olhei pela janela, a Lua brilhava lá no alto e o vento percorria toda a Morada, tive uma crise de tosse que cessou rapidamente, suspirei e joguei-me na cama de olhos fechados.
A porta do quarto foi aberta Esmeralda entrou sorrindo, os braços cheios de doces, salgadinhos e refrigerantes, sorri para ela, e retirei alguns dos pacotes de seus braços.
- Feeeeeliz Aniversariooo de novo!- ela gritou e correu para me abraçar, novamente, então acrescentou- Prefiro festas grandes, mas sei que você não gosta, então sessão cinema.
A minha coleguinha correu para desligar as luzes e ligar a TV e o DVD. Puxei um puff e me joguei ao lado dela, abri o pacote de Doritos e comi alguns, o filme que da noite era Jogos Vorazes.
Durante todo o filme tive algumas tosses fracas, quando o sangue finalmente espirrou senti meu corpo congelar, o sangue nas minhas mãos era o meu, vinha do meu corpo, e o seu significado era pior ainda. Por sorte Esmeralda não viu, então com o cobertor me limpei rapidamente, fechei os olhos e senti a falta de ar.
Não sei quanto tempo se passou, mas foi um alivio quando as luzes foram acessas, minha amiga ficou de pé e se espreguiçou, depois virou-se para mim sorrindo.
- Desculpe. Desculpe, mas não posso resistir. Seu aniversario não pode ser comemorado assim, vamos na Abaixo 21, sabe a boate, vamos Sinne, vamos!
Implorou ela, suspirei, eu não tinha opção, quando finalmente assenti ela saiu feito um furacão do quarto falando algo sobre, mais gente para a não festa.
Senti o ar fugir de meus pulmões quando tentei levantar, senti fisgadas em meu peito e depois tive outra crise de tosse. O sangue pingava da minha boca, eu já não conseguia respirar, o sangue agora também escorria do meu nariz, com muito, mas muito esforço fiquei de pé, a imagem do espelho do guarda-roupa me fez rir, não foi bem uma risada, na verdade eu engasguei com o meu próprio sangue. Agora sim eu parecia uma vampira, uma vampira das visões dos humanos.
Os agonizantes minutos se arrastavam, eu já não devia estar morta? No chão havia um rio de sangue, e eu estava ali, deitada em meio a todo aquele sangue. Meu corpo inteiro estava dolorido, minha cabeça e meus pulmões pareciam prestes a explodir e o sangue continuava a jorrar, ouve um grito e depois disso percebi que havia chegado a minha hora.
Tudo ficou silencioso e escuro, e eu finalmente rejeitei a transformação e morri.


Post de ação :
Uma pequena figura se esgueirava pelos becos de Tulsa, procurando algum sem teto para se alimentar, quando finalmente encontrou uma mulher enrolada aos farrapos rápida e silenciosamente gravou as presas no pescoço da moradora de rua. O sangue provavelmente tinha um gosto amargo, aquela mulher era dependente de drogas, então seu sangue estava contaminado. Quando se deu por satisfeita jogou a mulher de olhos arregalados contra a parede, nem ao menos se importou em mata-la, ninguém iria acreditar nela, provavelmente pensariam que ela estava alucinando.
Os passos de Sinne ecoavam nas ruas escuras e silenciosas, ela não tinha consciência de onde estava indo, quando finalmente reconheceu a antiga construção gótica parou encarando-a. Sua mente começava a se clarear, as memorias e os sentimentos vindo a tona, todos juntos, seus pés se arrastaram até o muro norte, ela subiu na arvore e pulou no muro.
Sinne hesitou, aquele já não era mais seu lar, sentiu a raiva borbulhando dentro do seu ser, um rosnado começava a surgir, os lábios se repuxando sobre as presas e as mãos em garra.
Sangue, ela precisava de sangue, por azar dois bêbados apontavam para ela e riam entre si, mas seus risos cessaram assim que Sinne cravou seus dentes em seus pescoço. Depois ela arrastou os corpos até a esquina de um bar e os deixou ali, o Sol iria nascer logo logo, era a hora de descansar, hora de ir para os tuneis, pois no outro dia aquela cena iria se repetir. E no outro dia também, dia após dia, então um dia a sua humanidade iria retornar, mas ate lá ela seria a principal causa de ataques estranhos na cidade.

Nome em off: Amanda

Email:mandyka09@hotmail.com

Outros persons: Somente este!
avatar
Sinne Campbell
Calouros Vermelhos
Calouros Vermelhos

Mensagens : 12
Data de inscrição : 09/07/2012
Idade : 21

Ficha do Personagem
Forças:
500/500  (500/500)
Mochila:
Formados:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] SINNE CAMPBELL

Mensagem por Scarlett Romanov em Sab Jul 21, 2012 10:52 am

o.O

que malvada fique longe de mim >Sad

kkk brincadeira, ta ok, você ta APROVADA

bem vindaaaa!

-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-
Scarlett Romanov~>Vampire~>Marks Secrets~>Solteira~>Manipuladora das Trevas
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

"Duvide da luz dos astros,
De que o sol tenha calor,
Duvide até da verdade,
Mas confie em meu amor.
avatar
Scarlett Romanov
Marks Secrets
Marks Secrets

Mensagens : 195
Data de inscrição : 26/12/2011
Idade : 22

Ficha do Personagem
Forças:
500/500  (500/500)
Mochila:
Formados: Quinto formado

Ver perfil do usuário http://seriefallenrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum